13-10

A nova era da educação é high-tech high-touch

Entenda como o conceito, trazido na década de 80, pode ajudar instituições de ensino em um cenário pós-pandêmico 

 

Nós já ouvimos bastante sobre o papel da tecnologia na educação durante a pandemia e por um bom motivo: as soluções digitais permitiram que escolas mantivessem o aprendizado durante um período de incerteza que nenhum de nós poderia ter imaginado.

No entanto, as conquistas da educação tecnológica chegaram com desafios importantes. Desde que a pandemia fechou escolas, em março de 2020,  essas instituições de ensino têm se empenhado para que os alunos tenham acesso a dispositivos eletrônicos e à internet.

Alguns professores hesitantes em relação à tecnologia acabaram dominando o assunto à medida que aprenderam a navegar pelo ensino e pela aprendizagem remotos em ambientes virtuais. Ainda assim, com todo o progresso que fizemos, a interrupção do contato social, face a face, e da experiência em sala de aula fez com que alguns alunos terminassem o ano letivo cerca de quatro a cinco meses atrasados em leitura e matemática, em média, de acordo com um estudo recente da McKinsey & Company.

Estamos começando a observar a promessa do aprendizado digital: os professores podem usar softwares para diferenciar e personalizar o ensino, como o Google Classroom. Mas nós não podemos parar por aqui. Nos últimos 18 meses, “tecnologia” tem sido sinônimo de “virtual”, onde muitas crianças se sentiam isoladas, sentadas atrás de um dispositivo e querendo se conectar com seus colegas e professores.

Agora nós temos a oportunidade de pegar o que aprendemos e usar esse conhecimento para começar uma nova era na educação – uma era impulsionada pela tecnologia, mas centrada na conexão humana, e também uma era onde rejeitamos a falsa escolha entre softwares envolventes e um professor incrível. Com a volta às aulas presenciais, podemos ter o melhor da tecnologia com o melhor da experiência em sala de aula, com os professores, de forma física. 

Recentemente a HMH compartilhou os resultados do relatório anual de confiança do educador, e as descobertas fornecem dados importantes sobre as características que devem definir a sala de aula pós-pandemia.

Mais de 1.200 educadores dos EUA responderam e, mesmo que o otimismo tenha caído (apenas 38% dos educadores relataram uma visão positiva de sua profissão), a confiança no domínio e nos benefícios das tecnologias de aprendizagem está subindo.

 

Estamos saindo da promessa digital para a prática digital.

Apesar de um ano tumultuado, as visões atuais dos professores sobre a tecnologia fornecem um ponto de vista interessante, abrindo caminho para um maior uso de soluções tecnológicas. A confiança dos educadores no uso da tecnologia na educação está em alta desde que a pesquisa foi iniciada, há sete anos, com 66% dos professores muito ou extremamente confiantes em suas habilidades. 

Hoje, cerca de 95% dos professores experimentaram os benefícios da tecnologia na sala de aula e 77% acreditam que a tecnologia vai ajudá-los a serem professores mais eficazes após a pandemia. 

Apesar de a tecnologia desempenhar um papel maior e mais eficaz, os educadores relatam que ainda existem barreiras ao acesso e à eficácia que devem ser abordadas, incluindo a falta de dispositivos e acesso à internet. 57% dos educadores também indicaram que a falta de envolvimento dos alunos com a tecnologia é uma grande barreira. Mais da metade informou que a falta de tempo para planejar a integração de recursos digitais ao ensino foi um grande desafio.

 

O bem-estar emocional dos estudantes é a principal preocupação dos educadores

Todos nós sabemos que no centro do ensino e da aprendizagem está a forte conexão construída e nutrida entre professor e aluno, que serve como base para o crescimento acadêmico. 

Por último, para começar a recuperar e fazer a transição para o nosso “modelo educacional pós-pandemia”, podemos nos beneficiar de uma abordagem que una o melhor dos dois mundos e que utilize o poder da tecnologia com o aproach social testado e comprovado da sala de aula.

 

Curtiu o conteúdo? Compartilhe com seus amigos e continue acompanhando nosso blog!

 

Este artigo foi originalmente publicado, em inglês, pelo portal Tech Crunh

Compartilhe com seus amigos!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

Fale Conosco





    Últimas Postagens

    R$ 00

    Somente no mês
    do professor

    Curso Online

    Google for Education

    Aprenda a engajar o aluno e melhorar
    a retenção do conhecimento com
    as ferramentas do Google.

    Treinamento realizado por especialistas certificados