relatório escolar

O que é um relatório escolar? Veja como usar da forma adequada

O relatório escolar contribui para a análise do andamento e da educação do aluno na escola. É uma forma da família dos alunos entenderem o trabalho da escola e como está sendo o aprendizado da criança.

Para muitos professores, fazer um relatório escolar pode ser muito trabalhoso e demandar muito tempo. No entanto, ele é um documento muito valioso para a família da criança. É por meio dele que os pais conseguem entender melhor o processo de aprendizagem dos filhos. 

Cada escola determina como usar e como fazer o relatório escolar. Pode ser bimestral, semestral ou até mesmo anual. Independente da periodicidade, o objetivo é o mesmo: mostrar a visão do professor sobre o desempenho do aluno

Neste artigo vamos falar sobre a importância do relatório escolar e dar algumas dicas de como usar e fazer. Antes disso, vamos para a definição sobre o que é relatório escolar.  Continue lendo. 

O que é um relatório escolar?

O relatório escolar é um documento descritivo que apresenta uma análise do aluno durante um determinado período de tempo. Dessa forma, é uma ferramenta muito importante que ajuda os pais a compreenderem o que acontece na escola. 

Assim como os boletins que mostram apenas as notas tiradas pelos alunos nas disciplinas, o relatório é outro tipo de ferramenta para avaliação. Contudo, ele é analítico e detalhado e leva em consideração diversos aspectos do relacionamento do aluno dentro da escola. 

Por exemplo, um relatório escolar analisa a criatividade do aluno, a capacidade de resolver problemas e também seu desempenho nas disciplinas. Com essa observação mais integral do aluno feita pelo professor, pode-se perceber onde as crianças precisam de mais atenção e apoio ou o que pode estar interferindo em sua aprendizagem. 

É uma ferramenta que ajuda os diretores e coordenadores a pensarem estratégias para manter os alunos motivados e também contribui para que os pais entendam pontos de atenção em seus filhos. 

Ao entender o que é um relatório escolar facilita um pouco o próximo passo que vamos abordar que é como funciona o relatório escolar, certo? 

Como funciona o relatório escolar?

O relatório escolar funciona como um documento de desempenho do aluno na escola. Ele é descritivo e o professor narra como cada aluno está dentro da sala de aula. Dessa forma, o relatório escolar é individual e apenas os professores, coordenadores da escola e a família da criança têm acesso a ele. 

Cada instituição de ensino tem um modelo a ser seguido, cada uma escolhe como usar o relatório escolar e o período em que vão apresentá-lo.

Agora que você entendeu como funciona o relatório escolar, deve estar se perguntando…Mas como fazer um relatório escolar, não é mesmo? Veja a seguir as dicas que separamos e veja o que deve haver num relatório escolar. 

Leia também: 7 tendências na educação e como aplicá-las em sala de aula

Como fazer um relatório escolar?

De uma maneira geral, o que deve haver num relatório escolar é uma análise do aluno de forma descritiva. Então, para conseguir fazer isso de uma forma bem específica direcionando corretamente para cada aluno é preciso ter algumas estratégias. 

Afinal de contas, em algumas salas de aula são mais de 30 alunos e fica difícil lembrar exatamente como é cada um deles, não é mesmo? Então, veja abaixo como fazer um relatório escolar. 

Leia também: Estratégias de aprendizagem utilizadas no ambiente escolar: 5 dicas para alavancar os resultados dos alunos

1. Divida o documento em partes

Se na escola não existe um modelo de relatório escolar pronto, você pode pensar em blocos de informações para ajudar a estruturar o documento. Por exemplo, na primeira parte você pode incluir, de uma maneira geral, as atividades que foram executadas nas aulas, quais foram os objetivos e os meios para alcançá-los. 

Na segunda parte, mencione as características daquele aluno, citando suas qualidades e preferências. Na sequência, fale sobre o que ele aprendeu, quais foram os maiores desafios e como o professor está contribuindo para que ela supere tudo. 

Abordar sobre a relação daquela crianças com as outras, como é seu o comportamento e suas interações também são de grande importância. 

Ao finalizar, a dica é concluir a avaliação dizendo sobre a sua percepção enquanto professor e ele está apto para novos desafios, por exemplo. 

2. Faça registros

Em uma turma com muitos alunos é praticamente impossível lembrar todos os detalhes de cada criança depois de um tempo. E o melhor é não confiar na memória para escrever o relatório escolar. 

Dessa forma, juntar registros ao longo dos meses é a melhor maneira de conseguir fazer um relatório bem completo e fidedigno. Vale fazer vídeos, fotos e registrar algumas observações ao longo do tempo. 

3. Atenção na hora de escrever

No momento em que estiver fazendo a análise do aluno é importante evitar ao máximo o uso de adjetivos e de palavras como “muito”, “pouco”, “às vezes”, que podem gerar diferentes interpretações. 

Além disso, cuide para não fazer um julgamento da criança ou rotulá-la. As crianças estão em constante crescimento e estão aprendendo a todo momento, talvez em um determinado momento ela estava tendo um comportamento mais agressivo, mas isso não quer dizer que ela seja agressiva, certo? Lembre-se o relatório serve para mostrar o desempenho do aluno, não para julgá-lo. 

Leia também: Como avaliar um aluno em sala de aula? Confira 4 dicas essenciais para medir o desempenho dos estudantes

4. Aposte em ferramentas digitais

As crianças adoram uma tecnologia e, por isso, que tal incluir ferramentas digitais nas aulas? Elas vão fazer algo diferente do tradicional e você terá ainda mais meios de nutrir seu relatório escolar. 

Isso porque muitas atividades podem ser colaborativas e ficarem salvas em nuvem, facilitando sua consulta posteriormente. O Google Sala de Aula, por exemplo, é uma excelente ferramenta para isso. Veja no vídeo abaixo algumas orientações de como utilizá-lo. 

Agora que você já sabe o que é e como fazer deu para compreender a importância do relatório escolar, certo? Se quiser ter mais facilidade no processo de gestão escolar e adotar outras tecnologias, conte com a ajuda da Safetec. 

Compartilhe com seus amigos!

Facebook
Twitter
LinkedIn

Fale Conosco






    Últimas Postagens