Passo a passo: como se tornar um polo EaD em 4 etapas

O ensino à distância é uma opção para muitas pessoas que, por inúmeras razões, não podem comparecer presencialmente a uma instituição de ensino.

Vendo essa necessidade, muitas escolas e universidades estão cada vez mais preocupadas em oferecer para seus alunos a possibilidade de fazer algum curso ou disciplinas específicas de maneira não presencial.

E essa pode ser uma oportunidade de negócio para sua instituição de ensino, ou para um empreendedor que deseja entrar no ramo educacional.

Pensando nisso, elaboramos um passo a passo de como se tornar um polo EaD. Continue a leitura e saiba quais etapas é preciso seguir para que a sua instituição de ensino possa oferecer essa modalidade de ensino à distância.

Leia também: Passo a passo: como usar o Google Classroom no ensino à distância em 5 etapas básicas

Passo a passo: como se tornar um polo EaD?

1 – Faça um bom planejamento

O primeiro passo de como se tornar um polo EaD consiste em fazer um planejamento sólido e muito bem estruturado.

Uma instituição de ensino à distância também deve ser encarada como um negócio. Por isso, é essencial que esse modelo de negócio seja planejado.

É preciso levar em consideração, por exemplo, o investimento necessário, o cronograma para que o polo EaD comece a funcionar de fato, os cursos que serão vendidos, o público-alvo, as estratégias de marketing e de vendas dos cursos, a necessidade de contratação de pessoal etc.

Além disso, o planejamento deverá contar com uma pesquisa detalhada sobre o mercado em que a instituição estará se inserindo. Assim, será possível entender as particularidades do mercado e os principais concorrentes, permitindo que você consiga identificar oportunidades para se destacar.

Veja mais: Como fazer um plano de aula EaD: 5 dicas que fazem a diferença

2 – Consiga uma estrutura física

Um erro muito comum de pessoas que querem abrir um polo EaD é achar que não há necessidade de ter uma estrutura física.

Ao contrário do que muitos podem pensar, é imprescindível que a instituição de ensino à distância conte com uma instalação física para as atividades presenciais e para execução das rotinas administrativas.

Essa é uma das exigências do MEC para conceder a autorização, algo que veremos melhor no próximo tópico.

É na unidade presencial que serão aplicadas as provas, que ficarão instalados os laboratórios, a biblioteca, o auditório, as salas da coordenação e diretoria etc.

3 – Consiga a autorização do MEC

Não há como se tornar um polo EaD se você não tiver a autorização do Ministério da Educação e Cultura. Somente de posse desse documento é a sua instituição de ensino poderá funcionar e fazer a emissão de certificados. Sem essa chancela do MEC, nada feito.

O procedimento para conseguir a autorização da Pasta não é dos mais simples. Há certa burocracia que você deverá estar disposto a enfrentar.

Por exemplo, é necessário apresentar um projeto pedagógico com toda grade dos cursos ofertados e o conteúdo das disciplinas.

Além disso, será preciso especificar também a quantidade de vagas que serão ofertadas, a dinâmicas das atividades presenciais e os processos de atendimento aos alunos.

E não para por aí. A autorização do seu polo EaD também dependerá da comprovação de regularidade jurídica e fiscal da sua instituição de ensino. 

Entenda mais sobre toda a burocracia que envolve essa autorização no próprio site do MEC.

4 – Adquira uma plataforma para ensino à distância

Nesta etapa, é necessário que você adquira uma plataforma online de ensino à distância. É por meio desse ambiente virtual que os alunos terão acesso às aulas online, aos materiais de estudo, às atividades avaliativas e poderão interagir com professores e outros alunos da turma.

Para esta etapa, você tem praticamente duas opções: ou cria um sistema do zero ou utiliza uma plataforma já pronta.

Seja como for, a plataforma a ser escolhida precisa ser bastante segura em relação à troca de dados e informações e oferecer funcionalidades realmente úteis tanto para a instituição quanto para os alunos.

Leia também: Google Sala de Aula: o que é, para que serve, como funciona e principais vantagens

Pensando em abrir um polo EaD? Então, confira estas dicas do Rick Fasti:

Polo parceiro: como se tornar um?

Existe também a possibilidade de você se tornar um polo EaD parceiro de uma instituição de ensino já existente.

Nesse caso, o primeiro passo é escolher de qual instituição você quer se tornar um polo de ensino à distância.

As etapas seguintes podem variar em cada instituição. Mas geralmente, os passos a serem seguidos são estes:

  1. Validação da estrutura física
  2. Avaliação da viabilidade econômica
  3. Protocolização do pedido
  4. Entrega da documentação
  5. Análise dos documentos
  6. Aprovação do pedido
  7. Assinatura do contrato
  8. Treinamento das equipes
  9. Abertura do polo

Ficou claro como se tornar um polo EaD? Agora que você já sabe quais etapas seguir, que tal investir nesse modelo de negócio?

Depois de tudo que viu, abrir um polo EaD parece um bom negócio para você? Então, confira algumas dicas de gestão de EaD, neste vídeo da Unicentro:

Veja também: Dicas para ser um bom diretor de escola: 8 boas práticas que você não pode deixar de seguir

A Safetec Educação é uma empresa especializada em fornecer o melhor da tecnologia de gestão educacional em nuvem do Google. Isso inclui não apenas softwares educacionais, como também equipamentos para professores e alunos, como os Chrome Books.