Moodle vs google classroom

Moodle vs Google Classroom: qual plataforma de e-learning vale mais a pena implementar?

Google Classroom vs Moodle. Essas são duas plataformas para gestão do ensino e da aprendizagem à distância e que prometem facilitar a rotina de gestores pedagógicos, professores e alunos.

E isso vale tanto para a educação tradicional quanto para a educação corporativa nas empresas.

Mas qual delas vale mais a pena?

Neste artigo, vamos fazer um comparativo Moodle vs Google Classroom para mostrar as principais características e funcionalidades dessas duas soluções.

Continue a leitura e decida qual a melhor.

Leia também: Google Classroom: tudo o que você precisa saber sobre essa plataforma virtual de ensino e aprendizagem

Moodle vs Google Classroom: o que cada um tem a oferecer?

Moodle

Vamos começar a disputa entre Google Classroom vs Moodle falando desta última, criada em 2002 pelo australiano Martin Dougiamas. É claro que de lá para cá o sistema passou por inúmeras atualizações, estando hoje na versão 3.8.

O Moodle é um sistema para gestão de aprendizagem e ensino já bastante conhecido entre profissionais de educação e, claro, estudantes.

Essa plataforma educacional oferece um ambiente virtual para que alunos e professores possam trocar informações.

Por meio do Moodle, é possível criar turmas, compartilhar arquivos de materiais de apoio, publicar videoaulas, aplicar testes, criar grupos de trabalho e interagir com os alunos em chats individuais ou coletivos.

O Moodle apresenta uma interface organizada e que favorece as estratégias de e-learning. No entanto, há certas limitações que precisam ser observadas.

Apesar de permitir a realização de atividades interativas, a interface da plataforma não possui uma iconografia que facilite a identificação e o acesso aos vários recursos que o Moodle oferece. Além disso, os menus são pouco intuitivos.

Por se tratar de uma plataforma open source, há a possibilidade de o administrador fazer as customizações necessárias. Porém, para ter acesso ao Moodle é necessário baixar o software no computador.

Os usuários que quiserem acessar a plataforma precisam instalar o programa e estarem conectados a um servidor com acesso à internet.

Há também a possibilidade de baixar o aplicativo do Moodle para tablet e celular. Nessa versão, a plataforma é relativamente responsiva.

Veja também: Como se tornar um polo EaD: os 4 passos para abrir um modelo de negócio de ensino à distância

Google Classroom

Dando continuidade à comparação Moodle vs Google Classroom, é hora de falarmos sobre a solução desenvolvida pela gigante da tecnologia.

O Google marcou a sua entrada no mercado de soluções tecnológicas para educação em 2014 com o lançamento do Classroom.

Percebendo que suas ferramentas de busca, de e-mail, de armazenamento e de comunicação já vinham sendo utilizadas por professores e alunos do mundo inteiro, o Google decidiu desenvolver a sua própria plataforma para gestão de ensino e aprendizagem.

Atenta aos atuais players desse mercado, a Google concentrou os seus esforços na construção de um ambiente virtual simples, intuitivo, responsivo e fácil de usar.

Além disso, a empresa usou a seu favor as ferramentas que ela já havia desenvolvido; o Google Classroom está integrado ao Gmail, ao Drive, ao Meet, ao Calender e a todos os aplicativos de criação.

Nessa plataforma, os professores podem criar turmas virtuais, inserir ou excluir participantes, publicar tarefas e conteúdos sobre as disciplinas, aplicar provas e fazer a gestão do desempenho dos alunos. Tudo isso de maneira centralizada.

O Google Classroom não requer o download de nenhum software no computador. Basta abrir o seu navegador, acessar a sua conta Google e entrar no site do Classroom. Para versão mobile, o usuário pode baixar o aplicativo disponível para Android e iOS.

Veja mais: Passo a passo: como usar o Google Classroom no ensino à distância em 5 etapas básicas

Quer dicas de como usar o Google Sala de Aula? Então, dê uma olhada neste vídeo do professor Afonso Alcântara:

Moodle vs Google Classroom: qual plataforma vale mais a pena?

Após o comparativo Google Classroom vs Moodle, você já consegue dizer qual dessas plataformas é a melhor?

Apesar de o Moodle já estar a mais tempo no mercado, o Google traz uma proposta mais atualizada, menos complicada e que atende muito bem as necessidades de alunos e professores.

A começar pelo fato de não precisar de instalação em sistemas operacionais. Isso ajuda a reduzir os custos com manutenção e implementação da plataforma.

É importante mencionar também que a interface do Moodle pode dificultar o engajamento dos alunos, prejudicando o aprendizado.

Ou seja, na disputa Moodle vs Google Classroom, a primeira opção pode até ser a mais popular do mundo. No entanto, possui facilitações de usabilidade e um conjunto de ferramentas que a colocam na frente.

Saiba mais: Passo a passo: como implantar o Google for Education na sua instituição de ensino em 4 etapas básicas

Se você pensa em usar o Google Sala de Aula ou o G Suite para Educação em sua escola ou curso superior, pode contar com a Safetec Educação.

Somes especialistas em assessorar organizações a aproveitarem ao máximo a tecnologia Google na educação, empregando uma metodologia própria e exclusiva para isso.

Quer saber mais sobre nossa maneira de trabalhar? Então, entre em contato por este LINK.

Compartilhe com seus amigos!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

Fale Conosco





    Últimas Postagens

    R$ 00

    Somente no mês
    do professor

    Curso Online

    Google for Education

    Aprenda a engajar o aluno e melhorar
    a retenção do conhecimento com
    as ferramentas do Google.

    Treinamento realizado por especialistas certificados