6 sugestões de como melhorar as aulas online [LISTA]

Durante o período de pandemia, com os estudantes aprendendo de casa, o esforço dos professores está concentrado em como melhorar as aulas online.

Como a tendência aponta para a continuação das aulas remotas e do ensino híbrido, criar aulas mais interessantes é fundamental para enriquecer o aprendizado dos alunos.

Para alcançar esse objetivo, as escolas podem aproveitar as novas tecnologias na educação para inovar nas salas de aula remotas.

Se você está em busca de inovações e melhorias para se inspirar nessa fase cheia de desafios, reunimos neste post dicas de como melhorar as aulas online.

Continue lendo e confira!

6 dicas de como melhorar as aulas online

As aulas online requerem mais planejamento e mais esforço do que o ensino presencial.

Isso porque sem planos de aulas com atividades envolventes, interativas e um bom suporte técnico, além de uma disciplina mais rígida e muita energia, fica mais difícil criar um ambiente virtual de ensino engajador.

As escolas junto com os professores foram compelidos a reorganizar toda pedagogia de ensino para oferecer aulas remotas mais interessantes, didáticas e flexíveis.

Mesmo diante de um cenário desafiador, a experiência de aprendizado com os alunos pode sim ser tão boa quanto na sala de aula tradicional. 

Melhorar as aulas online não precisa ser doloroso, mesmo que muitos professores não tenham crescido como nativos digitais.

Continue lendo e aprenda ideias simples e práticas de como melhorar as aulas online:

1. Valorize a conexão com os alunos

A primeira dica de como melhorar as aulas online é valorizar a conexão professor-aluno. Mesmo sem o contato físico, o acolhimento do professor é fundamental para o engajamento dos estudantes.

E como o aprendizado é mediado por uma tela, usar os recursos de áudio e vídeo enriquecem o conteúdo da disciplina.

Aposte no storytelling para introduzir novos conceitos e ideias, pois assim o aluno associa o que está sendo explicado a um contexto que o aproxima do professor e do que ele está ensinando.

Inclua no plano de aula, perguntas e abra para os alunos darem suas opiniões, questionarem e ajudarem a construir a aula.

Um detalhe que muitas vezes passa despercebido é chamar os alunos pelo nome. E como a identificação de cada um aparece na tela, fica fácil de lembrar. São atitudes simples que farão a diferença na conexão aluno-professor.

2. Transforme a turma em uma comunidade

As comunidades digitais reúnem pessoas com gostos e/ou objetivos semelhantes e uma sala de aula é a representação disso, concorda?

Então, nossa segunda dica de como melhorar as aulas online é transformar a turma em uma comunidade.

Uma ferramenta que ajuda a fazer isso é o Google Classroom. Além de ser uma ferramenta que ajuda na avaliação, atribuição de notas e na realização das aulas com o Google Meet, o espaço Mural pode se tornar um canal de troca da turma. 

Assim como nos antigos fóruns online, o professor pode incentivar os alunos a enviarem materiais complementares sobre as aulas, tirarem dúvidas ou levantarem discussões sobre os temas.

O objetivo é criar em cada turma/comunidade o sentimento de pertencimento que incentiva o engajamento com o aprendizado.

3. Fique atento aos alunos com dificuldades

Mesmo com todas as ferramentas disponíveis e com planos de aulas muito bem planejados, o desempenho da turma não será linear.

Os alunos podem demonstrar ansiedade e um pouco de dificuldade de se concentrar nas aulas remotas.

Além disso, é importante saber se existem alunos com déficit de atenção, hiperatividade, dislexia ou outras condições que exijam medidas especiais. 

Crie momentos de feedback com a turma e se perceber que os alunos têm dificuldade de falar abertamente durante a aula online, crie pesquisas online usando a ferramenta de Formulários do Google.

Agende também sessões individuais com os alunos que estiverem enfrentando mais dificuldades via Google Meet para oferecer reforços ou crie grupos liderados por um aluno tutor do Google Education

4. Use as atividades para manter o foco dos alunos

Outra dica de como melhorar as aulas online é adiantar os temas das aulas, propondo atividades para incentivar que os alunos pesquisem e já tragam seus questionamentos e dúvidas.

Citamos o Google Classroom acima, e dentro da ferramenta existe uma parte dedicada às atividades e é nela que o professor pode enviar tarefas comuns, criar atividades com um teste inclusivo ou enviar uma pergunta para os alunos responderem.

Essa é uma forma de captar a atenção dos estudantes, incentivando-os a ficarem atentos às aulas para tirar suas dúvidas, além de trazer novos materiais para completar o aprendizado. 

Evite fazer sessões explicativas muito longas e inclua teste rápidos, sessões de perguntas e respostas para dinamizar o aprendizado e ajudar os alunos a permanecerem focados. 

Confira dicas extra de atividades interativas digitais para aulas remotas no vídeo abaixo:

5. Conecte as aulas online com assuntos atuais

Outro detalhe que ajuda a melhorar as aulas online é usar temas atuais como ganchos para discussões dentro da disciplina.

Além de incentivar os alunos a se manterem atualizados, esse tipo de conexão com o universo deles atrai o interesse, pois é algo sobre o qual eles têm uma opinião, mas nem sempre dividem.

Tarefas em grupos, por exemplo, podem discutir os assuntos propostos, sempre com um objetivo definido para que a troca gere aprendizado.

Essa também é uma forma de criar avaliações mais dinâmicas e que vão valorizar o aprendizado real e o que o aluno absorveu através das apresentações. 

6. Incorpore conteúdos multimídia

Vídeo, áudios, textos e imagens são formatos de conteúdos que ajudam a  melhorar as aulas online e enriquecer a experiência de aprendizado.

Mas além de usar materiais prontos nesses formatos, crie materiais personalizados para as aulas remotas.

Por exemplo, ao invés de escrever a orientação para a próxima aula, grave um vídeo introduzindo o assunto e orientando os alunos para o próximo passo.

Ao invés de provas formais, incentive os alunos a criarem conteúdos digitais para mostrarem o que aprenderam como vídeos ou episódios de um podcast com cada grupo responsável por um episódio. 

Esse formato de atividade em casa incentiva, inclusive, a participação dos pais na educação dos filhos, auxiliando na gravação das atividades, por exemplo.

Curtiu as dicas de como melhorar as aulas online

As sugestões para melhorar as aulas remotas acima são fáceis de aplicar, usando várias ferramentas e aplicativos disponíveis online.

A transformação digital na educação vai aproximar ainda mais as escolas das tecnologias que facilitam o ensino e a aprendizagem dos alunos.

Sua escola está alinhada com essa proposta?

A Safetec Educação te ajuda a levar essa inovação para sua escola. Entre em contato com a nossa equipe e saiba como podemos te ajudar a alinhar a tecnologia com seu método de ensino.