Como fazer uma formação continuada para professores? [GUIA]

Quando uma criança aprende a ler e escrever o aprendizado não para nesse resultado. Um mundo novo se expande. Com os professores também. Por isso, toda instituição de ensino deve investir em como fazer uma formação continuada para professores.

Depois de terminar sua formação, é na vivência da profissão na prática que o professor vai descobrir quais são os pontos fortes e fracos da sua capacitação profissional.

Esses insights vêm tanto da convivência com professores mais experientes quanto das demandas que os próprios alunos geram. 

Mas como fazer uma formação continuada para professores? Em quais elementos investir?

Continue lendo e entenda como colocar esse tema em prática na sua escola!

O que é a formação continuada?

A formação continuada é o processo de aprimoramento constante pelo qual um professor passa durante a profissão.

A convivência com perfis de alunos diferentes e as novas tendências na educação geram a necessidade de aprimoramento constante para os profissionais de ensino.

Ou seja, adotar a formação continuada é se proporcionar um desenvolvimento constante, pesquisando, conhecendo outras experiências profissionais e colaborando com os objetivos da instituição onde trabalha.

Qual o objetivo da formação continuada de professores?

O objetivo de fazer uma formação continuada para professores é estimular nos profissionais a vontade de melhorar suas técnicas de ensino-aprendizagem.

Para isso, os professores podem buscar apoio nas novas tecnologias na educação, participar de eventos pedagógicos, conhecer professores que estão inovando, participar de eventos, etc.

A sala de aula em si é um campo rico para reconhecer necessidades, analisar possibilidades e o que pode ser feito pela melhoria do aprendizado dos alunos.

Com o apoio da internet, fica mais fácil trocar ideias, encontrar referências e também experiências de ensino bem-sucedidas.

Como fazer uma formação continuada para professores?

Não é difícil entender o que é e o objetivo, mas como fazer uma formação continuada para professores?

Separamos cinco pontos que podem orientar essa jornada na sua escola e eles devem estar alinhados a um planejamento central.

Toda instituição de ensino tem suas metas de crescimento e para isso, é preciso oferecer diferenciais consistentes aos pais.

Então, ano a ano, a instituição precisa avaliar como essas necessidades estão sendo atendidas e onde ainda existe espaço para inovar. 

Confira as dicas para fazer uma formação continuada para professores eficiente!

1. Entender as necessidades da equipe

Um dos primeiros passos para fazer uma formação continuada para professores na prática é entender as necessidades da equipe.

Os professores e a direção da escola precisam dialogar para trocar ideias e informar sobre as necessidades que estão percebendo na sala de aula.

Para que o investimento dê resultado, é importante fazer reuniões mensais com o objetivo de recolher feedbacks dos professores.

É importante incentivar que os professores levem anotações para que sejam objetivos nas suas exposições e todos consigam falar.

Dessa forma, a instituição consegue fazer investimentos estratégicos para melhorar o desempenho dos professores, dos alunos e dos resultados da escola.

2. Aplicar pesquisas de autoavaliação

Outro recurso importante para fazer uma formação continuada para professores é aplicar pesquisas de autoavaliação.

Ver os resultados positivos de uma melhoria é um dos grandes incentivos para os profissionais continuarem buscando sua evolução.

Fazer avaliações semestrais ou anuais com os professores também auxilia no entendimento das necessidades de evolução da equipe.

Com os resultados em mãos, a administração da escola pode:

  • identificar necessidades em comum;
  • unir professores interessados no mesmo tema;
  • usar os professores mais experientes como mentores dos mais novos;
  • apresentar os cases da escola para melhorar a aprendizagem dos alunos, etc.

3. Estimular a postura de professor-pesquisador

Quando se trata de ensino, ver experiências na prática e seus resultados é um estímulo positivo ao aprendizado.

Seja entre a equipe da própria escola ou buscando fora em eventos, workshops, palestras e redes sociais, ser um professor-pesquisador também ajuda na formação continuada.

Explorar cases de sucesso na área de educação, conhecer profissionais que se dedicam no estudo de novos métodos de ensino são formas de embasar teoricamente o que vai ser colocado em prática.

Leia também: 5 dicas de como motivar os alunos para a aprendizagem.

4. Promover seminários com profissionais sobre o tema

Outra alternativa de atividade para fazer uma formação continuada para professores é proporcionar o contato com outros profissionais sobre esse tema.

Muitos profissionais podem ter dificuldades para perceber e avaliar suas habilidades. Com isso, poder conversar com outros profissionais ajuda a despertar interesses, valorizando essa experiência.

É importante que as escolas invistam em ciclos de palestras e em eventos próprios para que a formação contínua seja um compromisso conjunto

5. Alinhar a capacitação com o objetivo da escola 

Todo trabalho de fazer uma formação continuada para professores deve ir de encontro aos objetivos de crescimento da instituição.

Existem muitas possibilidades de desenvolvimento e inovação no ensino, por isso, as metas vão ajudar a orientar os investimentos.

Isso não significa limitar o foco dos profissionais. O objetivo é manter um ciclo de inovação, avançando na qualidade de ensino com ferramentas para professores que melhoram o seu desenvolvimento e o dos alunos.

Quer mais ideias? Confira no vídeo abaixo os critérios do Movimento pela Base Nacional Comum, alinhados com a nova BNCC:

Curso Google para professores em formação continuada

A tecnologia nas escolas está ajudando a transformar o ensino-aprendizado em diversas instituições. 

Essa tendência tem incentivado os professores em formação continuada a aprender mais como as ferramentas podem ajudar no desenvolvimento dos alunos.

O curso do Google para professores é um treinamento e desenvolvimento profissional criado para mostrar o potencial das ferramentas do Google para educação. 

A plataforma é online, interativa, gratuita e vai de conceitos básicos sobre os recursos até os tópicos mais avançados.

Os professores interagem com outros educadores e aprendem como dar os primeiros passos para inserir a tecnologia na sala de aula.

Incentive a formação continuada na sua escola!

Agora que você já sabe como fazer uma formação continuada para professores, pode começar ou aprimorar as práticas de capacitação na escola onde trabalha. 

Um passo inicial pode ser a inserção da tecnologia que é já é parte da vida dos alunos da geração atual e vem se tornando estratégica na educação.

Conheça os serviços da Safetec Educação e saiba como ela pode te ajudar a alinhar a tecnologia com seu método de ensino.