Como preparar o professor para as novas tecnologias: 6 dicas

Apesar de a tecnologia já ser um recurso presente em grande parte das instituições de ensino, nem todos os docentes estão aptos para lidar com a implementação desse recurso. 

Dessa forma, cabe à escola encontrar maneiras de como preparar o professor para as novas tecnologias.

No geral, essa capacitação servirá para que o docente possa aprender como utilizar esses novos recursos de forma inteligente e acessível aos alunos. 

A verdade é que existe uma grande quantidade de tecnologias diferentes que podem ser usadas na educação e fica difícil para quem não está muito familiarizado com essa área tecnológica escolherá as mais adequadas ferramentas para seu conteúdo, seus alunos e sua instituição.

Afinal, com a inserção das tecnologias dentro da sala de aula, o docente será o responsável por orientar os estudantes para que descubram como devem ser usadas corretamente. 

Por isso, selecionamos aqui algumas dicas de como preparar o professor para as novas tecnologias:

Leia também: 8 exemplos de tecnologia na educação que você pode usar agora mesmo!

Como preparar o professor para as novas tecnologias?

Existem inúmeros cursos que são disponibilizados online ou de forma presencial pela própria Secretaria de Educação onde a instituição está inserida.

Mas, por ser algo que requer muita atenção, o ideal é que seja feito com o auxílio de especialistas. 

Inclusive, até mesmo a Base Nacional Comum Curricular (BNCC) possui em suas normas tópicos relatando a importância das novas tecnologias na educação.

No entanto, quando ocorre a sugestão dessa integração, mesmo que para uma melhora no ensino e no aprendizado do aluno, alguns professores são resistentes.

Quanto maior for o tempo de trabalho de um docente, mais ele estará acostumado com o ensino tradicional. 

Enquanto o mundo muda fora da instituição, dentro da sala de aula, em algumas instituições, é o mesmo de 30 anos atrás.

Parando um pouco para refletir, essa resistência está atrelada ao fato de que alguns alunos compreendem melhor o funcionamento das tecnologias que seus próprios professores. Afinal, muita coisa evoluiu desde a formação do professor.

E esse é um ponto de embate, pois, se o docente tem dificuldade de aprender o manuseio das novas tecnologias, certamente não saberá como usar esses recursos durante a sua aula. 

É nesse momento em que a gestão deve se posicionar de forma ativa sobre a importância que a capacitação terá para tornar o professor ainda mais capacitado para ensinar.

Antes mesmo de comunicar ao corpo docente da instituição, a própria gestão deverá estar atenta a essas capacitações e dominar sua utilização.

Veja como capacitar o professor neste vídeo do programa Saia Justa:

Dicas de como preparar o professor para as novas tecnologias

1. O treinamento deve acompanhar o ritmo dos professores

Quando a gestão entende a importância de inserir metodologias mais atuais com foco em tecnologia, ela deve fazer isso de modo que todos consigam acompanhar. 

Lembre-se que nem todos os professores estão acostumados com as tecnologias digitais.

2. Paciência faz parte desse processo

Nem tudo ficará pronto da noite para o dia. É um processo lento e que requer muita paciência.  Deve ser introduzido aos poucos, para que todos consigam se habituar com essa chamada Quarta Revolução Industrial.

Assim, além do ritmo adequado de ensino, tenha em mente que alguns equipamentos demoram a chegar, instalações precisam ser feitas, adaptações em redes elétricas e de cabos, entre outras.

4. Turmas multidisciplinares

Separe os professores por grupos ecléticos, para que durante a capacitação existam 4 ou mais áreas representadas em cada turma. 

Trocando ideias e pontos de vista diferentes,  a aula tende a fluir de forma mais dinâmica. As dificuldades de uns podem se concentrar nas áreas que outros dominam. Assim, surge uma colaboração natural e a troca de informações e conhecimentos será espontânea.

5. Cuidados com os novos equipamentos

Mesmo após a capacitação dos professores, os objetos tecnológicos que a instituição adquiriu precisam de manutenção adequada. 

Assim, muitas vezes é preciso a contratação de algum especialista para ensinar corretamente o manuseio e manter tudo em pleno funcionamento.

6. Teste tudo antes!

Antes de levar uma turma para ter aula prática utilizando os novos equipamentos, realize alguns testes com antecedência.

Mesmo sabendo como preparar o professor para as novas tecnologias, é preciso ter consciência que é um mundo novo para alguns deles. E pequenas falhas que poderiam ser evitadas ao se iniciar a utilização de um equipamento podem levar ao descrédito de toda a iniciativa.

Por isso, sempre faça verificações antes de usar qualquer equipamento.

Quanto aos temas de capacitação, essas podem ser definidas de acordo com a necessidade da instituição. 

Temas de capacitação:

  • Uso de filmes na sala de aula;
  • Uso assistido do celular durante a aula;
  • Jogos online e seus benefícios;
  • Aulas práticas no laboratório;
  • Aprender a usar um computador;
  • Robótica;
  • Trabalhando a interdisciplinaridade;
  • Pacote Office.

Esses exemplos são apenas algumas sugestões. 

lembre-se que não é necessário que todos os treinamento sejam presenciais na escola. Existem diverso curtos online muito bons que podem ajudar seus professores.

Veja algumas dicas de como usar os recursos do Google, por exemplo: